sábado, 31 de dezembro de 2011

Filme da Semana: Ano Novo, Vida Nova!

O filme “Ano Novo, Vida Nova!” é uma comédia romântica que é uma celebração do amor, o perdão, a esperança, as segundas oportunidades e os recomeços, em histórias entrelaçadas de casais e de solteiros no centro da cidade de Nova Iorque, na noite mais fantástica do ano.


Sinopse:

Depois da comédia romântica “Dia dos Namorados” que juntava um elenco carregado de estrelas, surge agora o filme da sequela, intitulado “New Year’s Eve”.
No dia 31 de Dezembro todos os planos e expectativas se concentram na celebração do que passou durante os meses precedentes e na esperança de que o novo ano possa trazer momentos melhores. Para isso, quase todos se juntam em comemorações e rituais, mais ou menos festivos. O filme retrata as histórias interligadas de algumas dessas pessoas e a forma tão diferente como lidam com o momento em que um ano termina e um outro tem o seu início…
Realizado por Garry Marshall (“Noiva em Fuga”, “O Diário da Princesa”, “Dia dos Namorados”), conta coma participação de Sarah Jessica Parker, Jessica Biel, Ashton Kutcher, Katherine Heigl, Michelle Pfeiffer, Zac Efron, Robert De Niro, Hilary Swank entre outros.
Comédia romântica que é uma celebração do amor, o perdão, a esperança, as segundas oportunidades e os recomeços, em histórias entrelaçadas de casais e de solteiros no centro da cidade de Nova Iorque, na noite mais fantástica do ano.

in BestCine

Idos de Março



Este é um romance que relata os oito dias que antecederam o assassinato de uma das mais importantes figuras do Império Romano, Júlio César, marcado para os idos de Março do ano 44 a.C. Através dele, Manfredi dá-nos uma perspectiva inédita sobre este ditador, repleta de detalhes históricos pouco conhecidos e convida o leitor a fazer uma reflexão sobre o poder e as suas repercussões.



Sobre a obra:

Princípios do mês de março, ano 44 a. C.
Caio Júlio César – Pontífice Máximo, Ditador Perpétuo, líder militar invencível – estende as fronteiras do império para lá do que muitos imaginariam ser possível. 
Amado por uns, odiado por outros, comanda o seu próprio destino e detém um poder inigualável sobre um vastíssimo território. Contudo, a sua missão divina – impedir nova guerra civil e preservar a civilização romana e a ordem terrena ameaça conduzi-lo à sua própria destruição…
Apesar da sua aparente boa forma física, César está doente e esgotado.
Em constante perigo de vida, nem mesmo os seus mais fiéis apoiantes conseguem pôr termo ao conluio palaciano que se adivinha. Tal vaticínio consumar-se-á nos Idos de Março, uma data que mudará o Mundo para sempre.
Uma crónica implacável dos oito dias que antecederam a morte de um dos mais enigmáticos ditadores de todos os tempos. Uma viagem épica a um momento crucial da História do Ocidente.

in Clube dos Livros

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Centurião


No primeiro século d.C., o Império Romano enfrenta uma nova ameaça do seu inimigo de longa data, a Pártia. Os partos disputam com Roma o controlo por Palmira, um reino neutro e próspero. A casa real de Palmira encontra-se à beira da revolta, e Cato e Macro assumem o comando de uma missão perigosa para defender o rei e a sua guarda. Mas quando a Pártia descobre que as legiões romanas se preparam para um confronto, juntam os seus exércitos para a guerra. A coorte de Macro tem que marchar contra o inimigo e penetrar no coração do território traiçoeiro. Se querem evitar que Palmira caia nas mãos da Pártia, terão que derrotar números superiores num cerco desesperado. A conquista de paz nunca foi tão difícil, ou crítica, para o futuro do Império.
in Almedina

domingo, 18 de dezembro de 2011

СИСТЕМА - SISTEMA, Arte Marcial Russa


O estilo de arte marcial russa denominado, Systema, presume-se ter origem no Século X. Através da história desse imenso país, a Rússia, existem inúmeros relatos de combates, batalhas e guerras de forma a repelir invasores vindos de todas as direcções e detendo os seus próprios estilos de combate e armamento. As batalhas aconteciam em terrenos diferentes, durante Invernos extremamente rigorosos e Verões escaldantes, com os Russos quase sempre em menor número de combatentes. 
Como resultado desses factores, os guerreiros Russos adquiriram um estilo que combinavam um espírito forte com tácitas extremamente inovadoras e versáteis, e que eram ao mesmo tempo práticas, mortais e efectivas contra qualquer tipo de inimigo e sob quaisquer circunstâncias. 
Em 1917, quando os Comunistas tomaram o poder, suprimiram de imediato todas as tradições nacionais e todos os que fossem apanhados a praticar o antigo estilo de luta eram severamente punidos. 
Contudo, ao mesmo tempo as autoridades aperceberam-se o quão viável e devastador era o sistema de combate original, e reservaram-no somente para as poucas unidades das Forças Especiais. 
O que separa este estilo dos outros estilos de artes marciais, é a sua não limitação a regras ou estruturas rígidas, a não existência katas, cintos ou graduações, rituais, formalidades, uniformes ou regras (apenas as morais). O treino consiste em princípios de aplicação imediata em situações reais, com movimentos livres e naturais, sendo todas as tácitas baseadas em reacções instintivas, habilidades e características individuais, projectadas especialmente para uma rápida aprendizagem, dando uma enorme importância a respiração, relaxamento, movimentação e postura tornando-se nos pilares para o combate.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

A Dança dos Dragões



O livro mais aguardado do ano da saga que revolucionou a fantasia.

O Norte jaz devastado e num completo vazio de poder. A Patrulha da Noite, abalada pelas perdas sofridas para lá da Muralha e com uma grande falta de homens, está nas mãos de Jon Snow, que tenta afirmar-se no comando tomando decisões difíceis respeitantes ao autoritário Rei Stannis, aos selvagens e aos próprios homens que comanda. Para lá da Muralha, a viagem de Bran prossegue. Mas outras viagens convergem para a Baía dos Escravos, onde as cidades dos esclavagistas sangram e Daenerys Targaryen descobre que é bastante mais fácil conquistar uma cidade do que substituir de um dia para o outro todo um sistema político e económico. Conseguirá ela enfrentar as intrigas e ódios que se avolumam enquanto os seus dragões crescem para se tornarem nas criaturas temíveis que um dia conquistarão os Sete Reinos?

in Grupo Saída de Emergência

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Spartacus: Gods of the Arena



A Casa de Batiatus está a viver o seu melhor momento, regozijando-se com o brilho e a fama do infame campeão Gannicus (Dustin Clare), cuja habilidade com a espada só pode ser comparada à sua sede por mulheres e vinho. Estes são os tempos que o jovem Batiatus sempre sonhou viver e alcançar. Determinado a ultrapassar o seu pai e assumir o controlo, ele é capaz de trair livremente e de consciência qualquer um para assegurar que os seus gladiadores sejam os melhores.
Ao lado de Batiatus está a sua leal e calculadora mulher, Lucretia (Lucy Lawless), que o apoia em todos os seus esquemas e traições. Juntos eles vão fazer de tudo para enganar o povo, conquistar e agarrar o poder e encher Cápua de sangue nesta fantástica e audaciosa prequela de "Spartacus, Sangue e Arena".

Do elenco original podemos contar com John Hannah, Lucy Lawless, Peter Mensah, Manu Bennett, entre outros. A estes juntam-se novos actores e actrizes como Dustin Clare, Jaime Murray e Marisa Ramirez.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Spartacus: Blood and Sand


Superprodução com estética que lembra as recentes adaptações de Graphic Novels para os cinemas, Spartacus: Blood and Sand é realizada pela Starz Road Entertainment, comandada por Joshua Donen e Sam Raimi (diretor da trilogia Homem-Aranha). O guião ficou a cargo de Steven S. DeKnight (Angel, Dollhouse e Buffy a Caça-Vampiros). A direcção é de Grady Hall, premiado director de publicidade e videoclipes. 
Na série, o soldado trácio Spartacus (Andy Whitfield) é sentenciado a morte na arena após ter desafiado o comando de Claudius Glaber (Craig Parker, O Senhor dos Anéis). Durante o combate, ele surpreende a tribuna e a multidão e mata quatro gladiadores. Apesar do feito, Spartacus é condenado a escravidão, sendo separado da sua esposa Sura (Erin Cummings), de quem sabe a posteriori ter sido violentada por soldados romanos e vendida a um comerciante sírio. 
Batiatus (John Hannah, A Múmia) compra Spartacus e decide coloca-lo em combates na arena para tirar vantagem financeira. Doctore (Peter Mensah, 300), treinador de gladiadores, não gosta da ideia, pois vê Spartacus como um perigo em razão do seu espírito de vingança. Paralelamente aos combates sangrentos, o herói é envolvido pela política, corrupção e luxúria da Roma Antiga. O elenco conta também com Lucy Lawless (a eterna "Xena") no papel de Lucretia.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A Felicidade pela Renúncia


A felicidade é um estado de satisfação da alma, expressão de harmonia total entre as nossas aspirações e as realidades da vida. E por isso julgo mais simples atingir a felicidade pela renúncia do que pela procura e satisfação de necessidades sempre mais numerosas e intensas. A busca da felicidade exige, com efeito, supomos nós, um contínuo estado de insatisfação. 

António de Oliveira Salazar in "Férias com Salazar"

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

David Guetta - Without You ft. Usher


I can't win, I can't reign
I will never win this game
Without you, without you
I am lost, I am vain,
I will never be the same
Without you, without you

I won't run, I won't fly
I will never make it by
Without you, without you
I can't rest, I can't fight
All I need is you and I
Without you

Without you
Oh, oh, oh!
You! You! You!
WithoutYou! 
You! You!
Without you

Can't erase, so I'll take blame
But I can't accept that we're estranged
Without you, without you

I can't quit now, this can't be right
I can't take one more sleepless night
Without you, without you

I won't soar, I won't climb
If you're not here, I'm paralyzed
Without you, without you
I can't look, I'm so blind
I lost my heart, I lost my mind
Without you

Without you
Oh, oh, oh!
You! You! You!
Without
You! You! You!
Without you

I am lost, I am vain,
I will never be the same
Without you, without you
Without you

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O Presente Inexistente


Nunca nos detemos no momento presente. Antecipamos o futuro que nos tarda, como para lhe apressar o curso; ou evocamos o passado que nos foge, como para o deter: tão imprudentes, que andamos errando nos tempos que não são nossos, e não pensamos no único que nos pertence; e tão vãos, que pensamos naqueles que não são nada, e deixamos escapar sem reflexão o único que subsiste. É que o presente, em geral, fere-nos. Escondemo-lo à nossa vista porque nos aflige; e se nos é agradável, lamentamos vê-lo fugir. Tentamos segurá-lo pelo futuro, e pensamos em dispor as coisas que não estão na nossa mão, para um tempo a que não temos garantia alguma de chegar. 
Examine cada um os seus pensamentos, e há-de encontrá-los todos ocupados no passado ou no futuro. Quase não pensamos no presente; e, se pensamos, é apenas para à luz dele dispormos o futuro. Nunca o presente é o nosso fim: o passado e o presente são meios, o fim é o futuro. Assim, nunca vivemos, mas esperamos viver; e, preparando-nos sempre para ser felizes, é inevitável que nunca o sejamos. 

Blaise Pascal in "Pensamentos"

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

O Mar de Ferro


O oitavo volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade

Quando Euron Greyjoy consegue ser escolhido como rei das Ilhas de Ferro não são só as ilhas que tremem. O Olho de Corvo tem o objectivo declarado de conquistar Westeros. E o seu povo parece acreditar nele. Mas será ele capaz?
Em Porto Real, Cersei enreda-se cada vez mais nas teias da corte. Desprovida do apoio da família, e rodeada por um conselho que ela própria considera incapaz, é ainda confrontada com a presença ameaçadora de uma nova corrente militante da Fé. Como se desenvencilhará de um tal enredo?
A guerra está prestes a terminar mas as terras fluviais continuam assoladas por bandos de salteadores. Apesar da morte do Jovem Lobo, Correrrio ainda resiste ao poderio dos Lannister, e Jaime parte para conquistar o baluarte dos Tully. O mesmo Jaime que jurara solenemente a Catelyn Stark não voltar a pegar em armas contra os Tully ou os Stark. Mas todos sabem que o Regicida é um homem sem honra. Ou não será bem assim?

in Grupo Saída de Emergência

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Amr Diab - Habibi Ya Nour El Ain

Habibi ya nour el-ain
Querida, és a luz dos meus olhos
Ya sakin khayali
Vives na minha imaginação
A'ashek bakali sneen wala ghayrak bibali
Amo-te a anos, ninguém mais está na minha mente

Habibi, Habibi, Habibi ya nour el-ain, aah
Querida, querida, 
és a luz dos meus olhos, aah
Habibi, Habibi, Habibi ya nour el-ain 
Querida, querida, és a luz dos meus olhos
Ya sakin khayali 
Vives na minha imaginação

Agmal a'ouyoun filkone ana shiftaha ... 
Os olhos mais bonitos que vi no universo
Allah a'alake allah a'la sihraha
Que Deus esteja contigo. Que olhos tão mágicos
A'oyonak maa'aya ...
Os teus olhos estão comigo
A'oyonak kifaya ...
Isso é suficiente
Tinawar layali
Eles iluminam as noites

Habibi, Habibi, Habibi ya nour el-ain, aah
Querida, querida, és a luz dos meus olhos
, aah
Habibi, Habibi, Habibi ya nour el-ain 
Querida, querida, és a luz dos meus olhos
Ya sakin khayali 
Vives na minha imaginação

Kalbak nadani wkal bithibini
O teu coração chamou-me e disse-me que me amava
Allah a'alake allah
Que Deus esteja contigo.
Tamentini
Fazes-me sentir seguro.
Maa'ak elbidaya ...
Tens o príncipio
Wkoul elhikaya ...
e tens toda a historia
Maa'ak lilnihaya
E eu estarei contigo até a eternidade

Habibi, Habibi, Habibi ya nour el-ain, Aah
Querida, querida, 
és a luz dos meus olhos, aah
Habibi, Habibi, Habibi ya nour el-ain, aah
Querida, querida,
 és a luz dos meus olhos
Habibi, Habibi, ahh
Querida, querida, ahh

terça-feira, 29 de novembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Eternidade


"Se o nosso espírito pudesse compreender a eternidade ou o infinito, saberíamos tudo. Até podermos entender esse facto, não podemos saber nada."

Fernando Pessoa

sábado, 26 de novembro de 2011

Krav Maga


Krav Maga (em hebraico: קרב מגע, "combate próximo/de contacto") é um sistema de combate corpo a corpo, desenvolvido em Israel, que envolve técnicas de luta, agarres e golpes. 
Krav Maga surgiu de conhecimentos adquiridos na luta de rua, sendo desenvolvidas por Imi Lichtenfeld, adaptando-as ao seu treino de boxeador e lutador profissional, com o intuito de defender o quarteirão Judeu durante o período de activismo anti-semita em Bratislava na última metade dos anos 30 (séc. XX) até ao seu final. No fim dos anos 40, após ter imigrado para Israel, começou a dar instrução em combate corpo-a-corpo para o que se viria a tornar mais tarde as Forças de Defesa de Israel, desenvolvendo as técnicas que se tornaram conhecidas como Krav Maga
Desde então tem existido um aperfeiçoamento para ambas aplicações, civis e militares. Incluindo nalguns casos (mas não se limitando), a incorporação de elementos de artes marciais asiáticas tradicionais. 
A filosofia do Krav Maga enfatiza a neutralização de ameaças, bem como a aplicação de manobras de defesa e ataque simultâneos, e a agressão. Utilizado pelas Forças Especiais de Defesa de Israel sofreu inúmeras variações intimamente relacionadas por organizações de imposição da lei e serviços secretos, tais como a Mossad, a Shabak, o FBI, unidades SWAT do departamento de polícia de Nova Iorque e forças de operações especiais dos Estados Unidos. 
Existem, hoje em dia várias organizações de ensino de Krav Maga a nível internacional. 
Não sendo considerado um desporto, uma vez que não possui regras, todos os golpes são permitidos e treinados de forma a ultrapassar todo e qualquer tipo de situação de violência do modo mais rápida e eficazmente possível. 
Homens e mulheres recebem o mesmo treino, não existindo contudo uma federação desportiva oficial, tal como não existem uniformes oficiais ou adornos, embora algumas organizações reconheçam o progresso do treino do aluno com divisas para a sua categoria, atribuição de níveis diferentes, e cintos. 
A inexistência de regras explica-se pelo Krav Maga ser uma técnica de defesa pessoal, que não é regulamentada, mas sim utilizada para manter o utilizador a salvo e incapacitar qualquer ameaça utilizando todos meios disponíveis. Os princípios gerais incluem: 

  1. Contra-atacar assim que possível (ou atacar preventivamente) 
  2. Focar ataques nas áreas mais vulneráveis do corpo, como os olhos, as mandíbulas a garganta, as virilhas, os joelhos, etc. 
  3. Neutralizar o oponente o mais rápido possível, respondendo com um fluxo contínuo de contra-ataques, e, se necessário, abater/aleijar. 
  4. Manter a consciência do ambiente circundante enquanto lida com a ameaça para percepcionar rotas de fuga, mais ameaças, objectos úteis para defesa e ataque e assim por diante. 

O treino básico mistura exercícios aeróbicos e anaeróbicos, a utilização de almofadas e outros equipamentos de protecção pessoal, durante o treino inicial. 
São usados cenários para treino de forças em situações típicas encontradas no patrulhamento em ruas ou em situações de combate, tendo por base ensinar os estudantes a ignorar distracções. 
Outros métodos de treino para aumentar o realismo incluem o uso de vendas ou exercitar os alunos até a quase exaustão antes de lidar com ataques simulados, além de treinos em ambientes externos, em locais variados e em situações incapacitantes ou restritivas. 
O treino cobre também o reconhecimento da situação em que o aluno se encontra para que desenvolva uma compreensão de tudo que o rodeia, e mesmo prever circunstâncias antes da ocorrência de um ataque, de forma a poder reagir de modo a lidar com situações possivelmente violentas, quer de forma verbal quer física e se possível para evitar a violência sempre que possível.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Depeche Mode - "A Question of Lust"



Fragile
Like a baby in your arms
Be gentle with me
I'd never willingly
Do you harm

Apologies
Are all you seem to get from me
But just like a child
You make me smile
When you care for me
And you know

It's a question of lust
It's a question of trust
It's a question of not letting
What we've built up
Crumble to dust
It is all of these things and more
That keep us together

Independence
Is still important for us though (we realise)
It's easy to make
The stupid mistake
Of letting go (do you know what I mean)

My weaknesses
You know each and every one (it frightens me)
But I need to drink
More than you seem to think
Before I'm anyone's
And you know

It's a question of lust
It's a question of trust
It's a question of not letting
What we've built up
Crumble to dust
It is all of these things and more
That keep us together

Kiss me goodbye
When I'm on my own
But you know that
I won't be home

It's a question of lust

O Festim dos Corvos


O sétimo volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade

Continuando a saga mais ambiciosa e imaginativa desde O Senhor dos Anéis, As Crónicas de Gelo e Fogo prosseguem após o violento triunfo dos traidores.
Enquanto os senhores do Norte lutam incessantemente uns contra os outros e os Homens de Ferro estão prestes a emergir como uma força implacável, a rainha regente Cersei tenta manter intacta a força dos leões em Porto Real. Os jovens lobos, sedentos por vingança, estão dispersos pela terra, cada um envolvido no perigoso jogo dos tronos.
Arya abandonou Westeros rumo a Bravos, Bran desapareceu na vastidão enigmática para além da Muralha, Sansa está nas mãos do ambicioso e maquiavélico Mindinho, Jon Snow foi proclamado comandante da Muralha mas tem que enfrentar a vontade férrea do rei Stannis e, no meio de toda a intriga, começam a surgir histórias do outro lado do mar sobre dragões vivos e fogo...

in Grupo Saída de Emergência

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Estreia da Semana: Imortais – Immortals


Depois de “Confronto de Titãs”, que foi uma decepção, surge agora um novo projecto com uma história bastante semelhante, intitulado “Imortais”. Este novo filme é realizado por Tarsem Singh, (“A Cela”, “The Fall”), com argumento de Charley Parlapanides e Vlas Parlapanides. 


Sinopse:

Tempos após os Deuses terem ganho a sua mística batalha contra os Titãs, um novo Mal surge. Louco por poder, o Rei Hyperion (Mickey Rourke) declara guerra à humanidade. Liderando um exercito sangrento, desfigurado pela própria mão, Hyperion procura em toda a Grécia pelo Arco de Épiro, esquecido por Ares, detentor de um poder inimaginável.
Os Deuses nada podem fazer, perante a loucura de Hyperion na busca de uma arma que permita libertar os Titãs das paredes do Monte Tártaro, uma vez que é uma luta travada na terra.
Toda a esperança de salvação da humanidade reside num jovem camponês de nome Teseu – interpretado pelo actor Henry Cavill (“Stardust – O Mistério da Estrela Cadente”).
Com a realização de Tarsem Singh (“A Cela”), o filme conta ainda com Freida Pinto (“Quem Quer Ser Bilionário?”), John Hurt (“An Englishman in New York”) e Stephen Dorff (“Somewhere – Algures”).

in BestCine

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

BRO !!!

BIG BROTHER !!!!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Rammstein - Seemann


Seemann / Marinheiro

Komm in mein Boot / Vem para o meu barco
ein Sturm kommt auf / uma tempestade aproxima-se
und es wird Nacht / e está a anoitecer

Wo willst du hin / Para onde queres ir
so ganz allein / tão completamente só
treibst du davon / levado pelas ondas

Wer hält deine Hand / Quem te dará a mão
wenn es dich / quando as águas
nach unten zieht / te puxarem para o fundo

Wo willst du hin /Para onde queres ir 
so uferlos / tão infinito
die kalte See / o gélido mar

Komm in mein Boot / Vem para o meu barco
der Herbstwind hält / o vento de outono pára
die Segel straff / as velas estiradas

Jetzt stehst du da an der Laterne /A luz da lanterna ilumina 
mit Tränen im Gesicht / o teu rosto em lágrimas
das Tageslicht fällt auf die Seite / a luz do dia inclina-se
der Herbstwind fegt die Strasse leer /o vento de outono varreu a vida das ruas 

Komm in mein Boot / Vem para o meu barco
die Sehnsucht wird / a saudade torna-se
der Steuermann / o timoneiro

Komm in mein Boot /Vem para o meu barco
der beste Seemann /o melhor marinheiro
war doch ich / era eu

Jetzt stehst du da an der Laterne / A luz da lanterna ilumina
hast Tränen im Gesicht / seu rosto em lágrimas
das Feuer nimmst du von der Kerze / você toma o fogo da vela
die Zeit steht still und es wird Herbst / o tempo pára e é chegado o outono

Sie sprachen nur von deiner Mutter /Eles falavam apenas da sua mãe 
so gnadenlos ist nur die Nacht / tão impiedosamente é apenas a noite
am Ende bleib ich doch alleine / no fim, resta-me a solidão
die Zeit steht still /o tempo pára

und mir ist kalt / e tenho frio
kalt... / frio...
kalt... / frio...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ecce Homo


Desbaratamos deuses, procurando 
Um que nos satisfaça ou justifique. 
Desbaratamos esperança, imaginando 
Uma causa maior que nos explique. 

Pensando nos secamos e perdemos 
Esta força selvagem e secreta, 
Esta semente agreste que trazemos 
E gera heróis e homens e poetas. 

Pois deuses somos nós. Deuses do fogo 
Malhando-nos a carne, até que em brasa 
Nossos sexos furiosos se confundam, 

Nossos corpos pensantes se entrelacem 
E sangue, raiva, desespero ou asa, 
Os filhos que tivermos forem nossos. 

Ary dos Santos in "Liturgia do Sangue"

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

A Glória dos Traidores


O sexto volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade.

O bafo cruel e impiedoso do Inverno já se sente. Quando Jon Snow consegue regressar à Muralha, perseguido pelos antigos companheiros do Povo Livre, não sabe o que irá encontrar nem como será recebido pelos seus irmãos da Patrulha da Noite. Só tem uma certeza: há coisas bem piores do que a hoste de selvagens a aproximarem-se pela floresta assombrada.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Filme da Semana: As Aventuras de Tintim – O Segredo do Licorne

Baseado na banda-desenhada clássica de Hergé, “As Aventuras de Tintim – O Segredo do Licorne” é o primeiro filme de uma triologia, realizado por Steven Spielberg com a participação de Jamie Bell, Andy Serkis e Daniel Craig. No filme, um jovem e destemido repórter cuja procura incessante de uma boa história, leva-o para um mundo de grandes aventuras.



quarta-feira, 9 de novembro de 2011

A Tormenta de Espadas


O quinto volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade.

Os Sete Reinos estremecem quando os temíveis selvagens do lado de lá da Muralha se aproximam, numa maré interminável de homens, gigantes e terríveis bestas. Jon Snow, o Bastardo de Winterfell, encontra-se entre eles, debatendo-se com a sua consciência e o papel que é forçado a desempenhar.
Todo o território continua a ferro e fogo. Robb Stark, o Jovem Lobo, vence todas as suas batalhas, mas será ele capaz de vencer as mais subtis, que não se travam pela espada? A sua irmã Arya continua em fuga e procura chegar a Correrrio, mas mesmo alguém tão desembaraçado como ela terá dificuldade em ultrapassar os obstáculos que se aproximam.
Na corte de Joffrey, em Porto Real, Tyrion luta pela vida, depois de ter sido gravemente ferido na Batalha da Água Negra, e Sansa, livre do compromisso com o rapaz cruel que ocupa o Trono de Ferro, tem de lidar com as consequências de ser segunda na linha de sucessão de Winterfell, uma vez que Bran e Rickon se julgam mortos.
No Leste, Daenerys Targaryen navega na direcção das terras da sua infância, mas antes terá de aportar às cidades dos esclavagistas, que despreza. Mas a menina indefesa transformou-se numa mulher poderosa. Quem sabe quanto tempo falta para se transformar numa conquistadora impiedosa?

in Grupo Saída de Emergência

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Desejo Insaciável


Tudo quanto possuis te parece pequeno; tudo quanto possuo me parece grande. O teu desejo é insaciável, o meu não. Olha a criança enfiando a mão num jarro de gargalo estreito tentando retirar as nozes e os figos ali contidos: se enche a mão, não a pode tirar, e põe-se então a chorar. 
- Deixa algumas nozes e poderás tirar as restantes! 
Tu também: deixa o teu desejo ir-se embora, não ambiciones muitas coisas, que algo obterás. 

Epicteto in "O Festival Da Vida"

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Manowar - Heart Of Steel


Build a fire a thousand miles away
To light my long way home
I ride a comet
My trail is long to stay
Silence is a heavy stone
I fight the world and take all they can give
There are times my heart hangs low
Born to walk against the wind
Born to hear my name
No matter where I stand I'm alone

Stand and fight
Live by your heart
Always one more try
I'm not afraid to die
Stand and fight
Say what you feel
Born with a heart of steel

Burn the bridge behind you
Leave no retreat
There's only one way home
Those who laugh and crowd the path
And cut each other's throats
Will fall like melting snow
They'll watch us rise with fire in our eyes
They'll bow their heads
Their hearts will hang low
Then we'll laugh and they will kneel
And know this heart of steel was
Too hard to break
Too hard to hold

Stand and fight
Live by your heart
Always one more try
I'm not afraid to die
Stand and fight
Say what you feel
Born with a heart of steel
Born with a heart of steel

Stand and fight
Say what you feel
Born with a heart of steel

Stand and fight
Live by your heart
Always one more try
I'm not afraid to die
Stand and fight
Say what you feel
Born with a heart of steel

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Grandes Momentos Irreversíveis


Os instantes de grande dor ou de grande agitação, mesmo na história universal, têm uma necessidade que convence; desencadeiam um sentido da actualidade e um sentimento de tensão que nos oprimem. Essa agitação pode provocar seguidamente a vinda da beleza e da luz, assim como da loucura e das trevas; o que se produz reveste, em todo o caso, as aparências da grandeza, da necessidade, da importância; distingue-se e destaca-se dos acontecimentos quotidianos. 

Hermann Hesse in "O Jogo das Contas de Vidro"

domingo, 23 de outubro de 2011

O Kettlebell


O Kettlebell trata-se de uma bola de ferro fundido com uma alça sendo um equipamento utilizado desde o "mundo antigo" para exercícios musculares. Os homens fortes de então usavam esses pesos para demonstrar a sua força, participando em actividades e jogos com essas "peças antigas". 
A história relata-nos, ainda, a presença dessas actividades na Europa a partir do século XVI, onde bolas de ferro maciças eram encontradas em feiras e mercados da época.
Porém, foi na Rússia dos Czares que estas esferas de metal se começaram a revelar significativamente, quer na aquisição de força e quer na resistência (endurance). Bola de ferro completa com uma prática alça, o kettlebell ou gyria tornou-se assim uma peça principal para qualquer guerreiro russo. 
Na actualidade, de acordo com Pavel Tsatsouline, o grande responsável pela introdução do treino com o kettlebell nos Estados Unidos, os termos Homem Forte e Girevik ou Homem kettlebell eram sinónimos na Rússia dos Czares.
Muito tem sido falado a respeito do treino com kettlebell nos Estados Unidos e tudo graças às distintas vantagens que o método oferece comparado com as outras modalidades que os mercados do fitness têm oferecido. 

Razões pelas quais tanto se fala da eficiência dos kettlebells:

  1. Produz trabalho de força em grande amplitude de movimento. Amplitude de movimento provoca o "stretch reflex", o que aumenta a capacidade do corpo humano de produzir forca, movimentação e agilidade.
  2. Expõe fraquezas individuais e promove correcções de assimetria corporal. Como a maioria dos gestos executados no kettlebell training é feita unilateralmente, assimetrias e compensações são muito mais fáceis de serem detectadas.
  3. Auxilia no desenvolvimento de estruturas articulares fortes e flexíveis. Kettlebell training exige muito que as articulações se estabilizem dinamicamente, o que reduz o potencial de lesão e permite maior eficiência na produção de forca muscular.
  4. Oferece uma infinita variedade de exercícios com uma única peça.
  5. Intensifica a produção de potência muscular.
  6. Ensina o corpo a maneira de absorver força e redireccioná-la.

O treino com o kettlebell é muito popular entre os praticantes de lutas, em especial o grappling e as artes marciais mistas (MMA).

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Estreia da Semana: Texas Killing Fields



“Texas Killing Fields” é um thriller sobre um detetive de homicídios do Texas, que se junta a um nova-iorquino para investigar uma série de assassinatos não resolvidos que sucederam no Texas. O elenco conta com Sam Worthington (“Avatar”) e Jeffrey Dean Morgan (“Perigo à Espreita”) nos principais papéis. Conta também com Chloe Moretz, Jessica Chastain e Stephen Graham. O filme é realizado pelo estreante Ami Canaan Mann, com argumento do também estreante Don Ferrarone.


Sinopse:

Baseado em factos verídicos, o filme “Texas Killing Fields” segue um polícia (Sam Wothington) numa pequena cidade texana que, conjuntamente com o seu colega vindo de Nova Iorque (Dean Morgan) procuram capturar um serial killer sádico que vai abandonando os corpos mutilados das suas vítimas em terrenos locais.
Mas se inicialmente são os polícias que tentam capturar o assassino, rapidamente os papéis invertem-se.
Tudo mudará quando uma jovem local (Chloe Moretz) desaparece… Os detectives são forçados a correr contra o tempo para encontrar o assassino.
“Texas Killing Fields” é realizado pelo estreante Ami Canaan Mann, com argumento do também estreante Don Ferrarone.

in BestCine

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

The Cult - Revolution


Pictures of never ending dreams
I can't see what these images mean
Locked inside me
Can't set the rainbows free
Like perishing flowers
They sag and twist and die

There's a revolution
There's a revolution, yeah
There's a revolution
There's a revolution

Sorrow
What does revolution mean to you?
To say today's like wishing in the wind
All my beautiful friends have all gone away
Like the waves
They flow and ebb and die

There's a revolution
There's a revolution
There's a, there's a revolution
There's a revolution

There's a revolution
There's a revolution
There's a revolution
There's a revolution, yeah

Joy or sorrow
What does revolution mean to you?
To say today's like wishing in the wind
All my beautiful friends have all gone away
Like the waves
They flow and ebb and die

There's a revolution
There's a revolution
There's a revolution
There's a revolution

Revolution
Revolution
Revolution
Revolution

Revolution
Revolution
Revolution
Revolution, yeah

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Ninguém Se Conhece a Si Mesmo


Julga que se conhece, se não se construir de algum modo? E julga que eu posso conhecê-lo, se não o construir à minha maneira? E julga que me pode conhecer, se não me construir à sua maneira? Só podemos conhecer aquilo a que conseguimos dar forma. Mas que conhecimento pode ser esse? Não será essa forma a própria coisa? Sim, tanto para mim como para si; mas não da mesma maneira para mim e para si: isso é tão verdade que eu não me reconheço na forma que você me dá, nem você se reconhece na forma que eu lhe dou; e a mesma coisa não é igual para todos e mesmo para cada um de nós pode mudar constantemente. E, contudo, não há outra realidade fora desta, a não ser na forma momentânea que conseguimos dar a nós mesmos, aos outros e às coisas. A realidade que eu tenho para si está na forma que você me dá; mas é realidade para si, não é para mim. E, para mim mesmo, eu não tenho outra realidade senão na forma que consigo dar a mim próprio. Como? Construindo-me, precisamente. 

Luigi Pirandello in "Um, Ninguém e Cem Mil"


segunda-feira, 17 de outubro de 2011

domingo, 16 de outubro de 2011

O Despertar da Magia


O quarto volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade.

Quarto volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a saga de fantasia mais vendida, elogiada e premiada dos últimos 50 anos, e a única obra de fantasia a conseguir o primeiro lugar do Top do New York Times.
Esta é uma saga de grande fôlego, que vai buscar à realidade medieval a textura e o pormenor que conferem dimensão e crueza a um universo de fantasia tão bem construído que faz empalidecer a Terra Média de Tolkien. Martin é um especialista na manipulação das expectativas dos leitores e, profundo conhecedor do género, não deixa de estender sucessivas armadilhas com as quais desarma os tropos que o leitor pensa reconhecer a cada página.
O épico de fantasia que toda a Fantasia Épica gostava de ser.

In Grupo Saída de Emergência


sábado, 15 de outubro de 2011

O Caminho do Guerreiro

O Caminho do Guerreiro 1


O Caminho do Guerreiro 2


O Caminho do Guerreiro 3


O Caminho do Guerreiro 4


O Caminho do Guerreiro 5

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Filme da Semana: 1911



O filme “1911″ é realizado por Zhang Li (“A Batalha de Red Cliff”) e por Jackie Chan. Este é também o protagonista deste drama histórico passado na China. O restante elenco é composto por Joan Chen, Li Bing Bing, Winston Chao e Jaycee Chan. Este épico de guerra passa-se em 1911, um exército de revolucionários chineses liderado por Sun Yat-Sen, luta para derrubar a Dinastia Qing.


in BestCine

domingo, 9 de outubro de 2011

A Fúria dos Reis

O terceiro volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade.

Quando um cometa vermelho surge nos céus de Westeros encontra os Sete Reinos em plena guerra civil. Os combates estendem-se pelas terras fluviais e os grandes exércitos dos Stark e dos Lannister preparam-se para o derradeiro embate.
No seu domínio insular, Stannis, irmão do falecido Rei Robert, luta por construir um exército que suporte a sua reivindicação ao trono e alia-se a uma misteriosa religião vinda do oriente. Mas não é o único, pois o seu irmão mais novo também se proclama rei, suportado por uma hoste que reúne quase todas as forças do sul. Para pior as coisas, nas Ilhas de Ferro, os Greyjoy planeiam a vingança contra aqueles que os humilharam dez anos atrás.
O Trono de Ferro é ocupado pelo caprichoso filho de Robert, Joffrey, mas quem de facto governa é a sua cruel e maquiavélica mãe. Com a afluência de refugiados e um fornecimento insuficiente de mantimentos, a cidade transformou-se num lugar perigoso, e a Corte aguarda com medo o momento em que os dois irmãos do falecido rei avancem contra ela. Mas quando finalmente o fazem, não é contra a cidade que investem...
O que os Sete Reinos não sabem é que nada disto se compara ao derradeiro perigo que se avizinha: no distante Leste, os dragões crescem em poder, e não faltará muito para que cheguem com fogo e morte!

in Grupo Saída de Emergência

terça-feira, 4 de outubro de 2011

José Carreras - Granada



Granada
tierra soñada por mi
mi cantar se vuelve gitano
cuando es para ti.

Mi cantar
hecho de fantasía
mi cantar
flor de melancolía
que yo te vengo a dar.

Granada tierra ensangrentada
en tardes de toros
Mujer que conserva el embrujo
de los ojos moros.
de sueño rebelde y gitano
cubierto de flores
y beso tu boca de grana
jugosa manzana
que me habla de amores..

Granada manola cantada
en coplas preciosas
no tengo otra cosa que darte
que un ramo de rosas.

De rosas de suave fragancia
que le dieran marco
a la Virgen morena.

Granada
tu tierra esta llena
de lindas mujeres
de sangre y de sol.

De rosas de suave fragancia
que le dieran marco
a la Virgen morena.

Granada
tu tierra esta llena
de lindas mujeres
de sangre y de sol.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A Muralha de Gelo


O segundo volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a melhor série de fantasia da actualidade.

Eddard Stark só aceitou o prestigiado cargo de Mão do Rei para proteger o rei... ou não suspeitasse que o anterior detentor desse título fora mandado assassinar pela rainha. Mas agora Eddard tem a certeza que foi ela. E também sabe a razão: a rainha tem um segredo escabroso que pode levar à queda da dinastia e mesmo à guerra civil!
E como se a conspiração palaciana não bastasse, tudo piora quando o rei Robert Baratheon é ferido mortalmente por um animal numa caçada. Mas a Mão do Rei já desconfia de tudo: terá sido mesmo um animal... ou o trabalho de mais um assassino da rainha? Um homem honrado e justo, Eddard Stark começa a temer ser derrotado pelo ninho de víboras que é a Corte e a Casa Lannister.
Mas a ameaça de guerra civil não é a pior sombra que paira no ar. No norte, para lá da muralha de gelo, uma força misteriosa manifesta-se de maneira sobrenatural. E ainda mais longe, a última herdeira dos Targaryen prepara-se para invadir os Sete Reinos com o maior exército alguma vez visto... e com o auxílio de dragões!

in Grupo Saída de Emergência  

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Filme da Semana: Machine Gun Preacher



O filme “Machine Gun Preacher”, realizado por Marc Forster, traz-nos a história verídica de Sam Childers, um traficante de droga, que muda a sua vida por completo e vai parar ao Sudão, onde encontra a sua missão: resgatar as crianças que foram forçadas a serem soldados pelos senhores da guerra. O filme conta com a participação de Gerard Butler, Michelle Monaghan e Michael Shannon nos principais papeis.


Sinopse:

“Machine Gun Preacher” relata-nos a história verídica de Sam Childers (Gerard Butler), traficante de droga, que muda a sua vida por completo e vai parar ao Sudão, onde encontra a sua missão: resgatar as crianças que foram forçadas a serem soldados pelos senhores da guerra.
O elenco conta com Gerard Butler (“300″), Michelle Monaghan (“O Código Base”) e Michael Shannon (“Revolutionary Road”) nos principais papéis.
“Machine Gun Preacher” é realizado por Marc Forster (“007 – Quantum of Solace”), com argumento do estreante Jason Keller.

in BestCine

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Pernoitas em Mim


pernoitas em mim
e se por acaso te toco a memória... amas
ou finges morrer

pressinto o aroma luminoso dos fogos
escuto o rumor da terra molhada
a fala queimada das estrelas

é noite ainda
o corpo ausente instala-se vagarosamente
envelheço com a nómada solidão das aves

já não possuo a brancura oculta das palavras
e nenhum lume irrompe para beberes

Al Berto in 'Rumor dos Fogos'

domingo, 25 de setembro de 2011

The Doors - Not To Touch The Earth


Not to touch the earth 
Not to see the sun
Nothing left to do, but
Run, run, run
Let's run
Let's run

House upon the hill
Moon is lying still
Shadows of the trees
Witnessing the wild breeze
C'mon baby run with me
Let's run

Run with me
Run with me
Run with me
Let's run

The mansion is warm, at the top of the hill
Rich are the rooms and the comforts there
Red are the arms of luxuriant chairs
And you won't know a thing till you get inside

Dead president's corpse in the driver's car
The engine runs on glue and tar
Come on along, not goin' very far
To the East to meet the Czar

Run with me
Run with me
Run with me
Let's run

Whoa!

Some outlaws lived by the side of a lake
The minister's daughter's in love with the snake
Who lives in a well by the side of the road
Wake up, girl, we're almost home

Ya, c'mon!

We should see the gates by mornin'
We should be inside the evenin'

Sun, sun, sun
Burn, burn, burn
Soon, soon, soon
Moon, moon, moon
I will get you
Soon!
Soon!
Soon!

I am the Lizard King
I can do anything

sábado, 24 de setembro de 2011

Livro: Guerra dos tronos


Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha: uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de o proteger da rainha. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal: a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia! Sozinho na corte, Eddard também se apercebe que a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo.

Uma galeria de personagens brilhantes dá vida a esta saga. Entre eles estão o anão Tyrion, a ovelha negra do clã Lannister; John Snow, um bastardo de Eddard Stark que, ao ser rejeitado pela madrasta, decide juntar-se à Patrulha da Noite, uma legião encarregue de guardar uma imensa muralha de gelo a norte, para lá da qual cresce uma assustadora ameaça sobrenatural ao reino. E ainda a princesa Daenerys Targaryen, da dinastia que reinou antes de Robert Baratheon, que pretende ressuscitar os dragões do passado e, com eles, recuperar o trono, custe o que custar.
in Grupo Saída de Emergência

"A Guerra dos Tronos é a mais importante obra de fantasia desde que Bilbo encontrou o Anel." 
-SF Reviews.net
"George R. R. Martin apresenta um mundo vibrante e real, personagens soberbamente construídas, enredos complexos mas coerentes, descrições de cortar a respiração e uma prosa muito acima daquilo a que o género nos habituou."
-Amazon.com
"Agarra-nos e nunca mais larga. Brilhante!
-Robert Jordan
"Martin tem a capacidade de nos arrebatar de uma forma que os outros autores de fantasia não conseguem, talvez porque também não tenham a sua capacidade para desenvolver personagens. Seja nas sangrentas cenas de batalhas ou nos retratos íntimos dos laços familiares, A Guerra dos Tronos possui uma força crua e emocional que não nos deixa indiferentes. Martin também dispensa todos os clichés tolkianos, como elfos, espadas mágicas e dark lords, focando-se antes em pessoas reais e apenas sugerindo o sobrenatural. Acredite: A Guerra dos Tronos é a mais importante obra de fantasia desde que Bilbo encontrou o Anel."
-SF Reviews.net
"A Guerra dos Tronos é a obra-prima da fantasia moderna e reúne o que de melhor o género tem para oferecer: magia, mistério, intriga, romance e aventura."
-Locus
"A melhor fantasia dos últimos 50 anos."
-The Denver Post

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A Cor da Tua Alma


Enquanto eu te beijo, o seu rumor
nos dá a árvore, que se agita ao sol de ouro
que o sol lhe dá ao fugir, fugaz tesouro
da árvore que é a árvore de meu amor.

Não é fulgor, não é ardor, não é primor
o que me dá de ti o que te adoro,
com a luz que se afasta; é o ouro, o ouro,
é o ouro feito sombra: a tua cor.

A cor de tua alma; pois teus olhos
vão-se tornando nela, e à medida
que o sol troca por seus rubros seus ouros,
e tu te fazes pálida e fundida,
sai o ouro feito tu de teus dois olhos
que me são paz, fé, sol: a minha vida!

Juan Ramón Jiménez in "Ríos que se Van"

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Filme da Semana: O Confronto - Killer Elite


Baseado em acontecimentos reais, Killer Elite é um filme de espionagem e grande acção que acompanha o percurso de Danny (Jason Statham), um agente de operações especiais. 
Para salvar Hunter (Robert De Niro), o seu amigo e mentor Danny Bryce (Jason Statham), um ex-membro das forças especiais inglesas, é obrigado a deixar um exílio auto-imposto, voltar ao activo e reunir Davies (Dominic Purcell) e Meyer (Aden Young), os seus antigos parceiros. Com realização de Gary McKendry, um thriller de acção baseado na obra “The Feather Men”, de sir Ranulph Fiennes.


Sinopse:

Após se ter deixado envolver numa intriga que o obriga a sair de um exílio a que se tinha imposto, Danny volta a reunir a sua equipa de especialistas para executar uma missão quase impossível – resgatar Hunter, o seu antigo mentor e parceiro.
Juntos, vão ter de penetrar a respeitada e temida unidade militar britânica Special Air Services (SAS), para abater um grupo hostil de assassinos e o seu líder, a tempo de evitar que as suas acções desencadeiem uma crise global.
Do México à Austrália, passando por Londres e Oman, o turbilhão de acção e adrenalina de Killer Elite vai levar Danny, Hunter e os espectadores numa vertiginosa perseguição ao redor do mundo.
Com realização de Gary McKendry, um thriller de acção baseado na obra “The Feather Men”, de sir Ranulph Fiennes, que o autor afirma ter sido baseada em factos reais.

in BestCine

WHO AM I ???

A minha foto
Wait until the war is over And we're both a little older The unknown soldier